terça-feira, 27 de maio de 2008

Falar de coisas concretas, acredito, dá-me credibilidade. Na cripta sinto-me claustrofóbica.