terça-feira, 20 de maio de 2008

Intimidade

«Eu e a minha mulher falávamos de tudo. Embora ao seu lado eu fosse bastante feliz, deixei-a pela Diana, em cujo carácter adivinhei uma combinação de instabilidade e firmeza que me atraiu.
Durante anos vivi com a Diana, falando de tudo (porque a intimidade não consiste unicamente em despirmo-nos e abraçarmo-nos, como pessoas ingénuas o imaginam, mas em comentar o mundo).»

Adolfo Bioy Casares, O herói das mulheres, tradução de David Machado, Cavalo de Ferro