sexta-feira, 29 de abril de 2011

Ischia 1962 ou na morte de Elizabeth Taylor

«Elizabeth comia, bebia e arrotava como na taberna dos galeses, antídoto () à sua beleza algo delicodoce – o apetite pelo foie gras, pela galinha frita e pelo puré de batata ou pelo Bloody Mary dava-lhe um suplemento de realidade, tornava-a mais carnal, dizem os autores do livro.» Obrigada, Vasco Câmara. Chamam ao beijo de Ischia «o beijo infame». Deve ser por ser na cara.

(23 de Março de 2011)

0 comentários: