terça-feira, 26 de abril de 2011

Jazz com Pretas [17]



É estúpido cingirmo-nos à cor dos músicos, mas também ao género: daí que a preta aqui homenageada seja a mãe de Louis Armstrong. Quando uma mulher, qualquer mulher do mundo, tiver o discernimento toldado por contracções persistentes ou dores agonizantes e não vir, por isso, motivos para parir, deve pensar que pode parir um Louis Armstrong - na remota possibilidade de ele se repetir.

A mãe de Marty Napoleon também pode não ser preta, mas linda é de certeza. Marty Napoleon é o pianista do vídeo acima, e do que linco aqui (o YouTube não deixa "incorporar"): uma actuação memorável - mesmo para quem não a viveu - de Louis Armstrong & His All Stars para a BBC, em 1968 (a IMDB explica).